O primeiro passo para o seu negócio.

O mercado tem se tornado cada vez mais competitivo para empreendedores, gerando certas dificuldades para tirar um produto do papel. Seguindo esse objetivo, algumas pessoas juntam dinheiro durante anos, investindo cada centavo de suas economias nessa ideia que acreditam ser inovadora e importante para a sociedade. Quando finalmente chega o dia em que reúnem o capital, o montante é investido, muitas vezes, de maneira precipitada, pois ainda não foi examinado se a ideia trará bons resultados, criando um risco de perda de um longo período de economias.

A fim de produzir melhores resultados, é preciso estudar minuciosamente uma ideia antes de fazer grandes investimentos para inseri-la no mercado. Tudo na teoria é mais simples, entretanto ao se trazer um projeto para o mundo real, surgem os mais diversos e inesperados contratempos. Essas dificuldades práticas podem até mesmo inviabilizar uma ideia, mas, também, podem ser superadas tornando o produto ainda melhor e mais completo! É por esse motivo que as grandes empresas e as marcas mais famosas de todo o mundo sempre usam softwares de simulação e constroem diversos protótipos, ao buscarem trazer um produto para a realidade.

AutoCAD, Inventor e NX10 estão sempre na lista dos nomes mais citados quando o assunto é modelagem de objetos computacionais. O AutoCAD é um excelente software quando se trata de desenho 2D. Ao possibilitar uma ótima visualização em duas dimensões, o programa é muito usado para projetar plantas de residências e projeções arquitetônicas. Já o Inventor e NX10, são usados ao redor do mundo para modelar dispositivos eletrônicos, peças mecânicas, automóveis e aeronaves, por exemplo. Fora isso, esses últimos dois softwares permitem realizar diversos de testes de estabilidade estrutural, resistência mecânica, alcance de lançamento de projéteis e muito mais! Além disso, quando o protótipo é de pequeno ou médio porte, muitos empreendedores optam pelo uso de impressoras 3D, que dão vida a projeto em poucas horas, usando apenas polímeros!

Recebendo bons resultados das simulações feitas nos softwares computacionais, a segunda etapa do processo entra em ação: A construção do protótipo. A principal característica de um protótipo é o seu formato mais simplificado, pois nesse momento o foco está em explorar todos os detalhes técnicos, e principalmente testar cada uma das possíveis situações de uso do produto. Dentre alguns dos vários testes aplicados vale citar os de desempenho, de resistência e de durabilidade. Com o sucesso desses testes, começam então, as adaptações necessárias para a venda em larga escala do produto, já que garantiu-se a viabilidade do projeto, deixando claro sua rentabilidade e utilidade.

Por fim, percebemos que investir em uma análise técnica é o divisor de águas entre um projeto de qualidade e um projeto fadado ao fracasso. Não importa se o seu projeto é de eletrônica, de mecânica ou de hidráulica, mas, sim, que o tempo dedicado a uma modelagem 3D e a uma prototipagem é primeiro passo a ser dado, no contexto de mercado atual. Com isso, ficará muito mais fácil tirar um projeto do papel, a alcançar o tão sonhado objetivo de impactar a sociedade.

Quer conhecer mais sobre engenharia mecânica? Clique aqui  e acesse nossos outros posts!

Autor: Leonardo Torres

marketing@polijunior.com.br

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.